“PORTUGAL ROWING TOUR” vai passar por Figueiró dos Vinhos

julho 24, 2019

O evento de remo de lazer, que se realiza todos os anos, desde 2008, vai passar em território figueiroense. Na edição deste ano, que decorrerá entre 15 a 18 de agosto, 60 remadores de oito países da Europa vão percorrer cerca de 70 quilómetros do Rio Zêzere, localizados nos concelhos de Tomar, Ferreira do Zêzere, Sertã, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande.

O Portugal Rowing Tour, organizado pelo Ginásio Clube Figueirense com o apoio do Turismo Centro de Portugal, atrai a Portugal remadores de várias nacionalidades, que se fazem acompanhar por amigos e familiares, e que durante a sua estada aliam a prática do remo ao convívio e à descoberta do património natural, cultural e gastronómico da região onde os circuitos acontecem.

Deste modo, o circuito de 2019 do Portugal Rowing Tour é constituído por cinco etapas, em que os remadores, oriundos de Inglaterra, Irlanda, França, Bélgica, Holanda, Suécia, Luxemburgo e Alemanha, descobrirão os locais mais emblemáticos do Rio Zêzere, como as albufeiras das barragens de Castelo do Bode e Cabril e a aldeia de Dornes, enquanto os seus acompanhantes terão a possibilidade de descobrir alguns dos encantos da região através de visitas guiadas a Tomar, Dornes e Figueiró dos Vinhos.

O evento, que segue um modelo com grande expansão na Europa, onde existem mais de dois milhões de praticantes de remo de lazer, foi apresentado no dia 23 de julho, em conferência de imprensa realizada no Convento da Sertã Hotel, na Sertã, e contou com intervenções de Pedro Machado (presidente do Turismo Centro de Portugal), Joaquim de Sousa (presidente da Assembleia Geral do Ginásio Clube Figueirense), Ana Rolo (presidente da direção do Ginásio Clube Figueirense), Cláudia André (vereadora da Câmara Municipal da Sertã) e Jorge Abreu (presidente da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos).

Na ocasião, todos os intervenientes manifestaram a importância de eventos como este, cuja internacionalização marca Portugal como destino turístico, beneficiando e valorizando os recursos naturais e paisagísticos nacionais, conciliando a atividade física com o turismo, a cultura, o património e a gastronomia, e permitindo o consequente desenvolvimento do território.

 

Newsletter