Aviso à População: Desagravamento do Estado de Alerta Especial para o DECIR

agosto 30, 2023

1 - SITUAÇÃO METEOROLÓGICA:

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, prevê-se para os próximos dias, a persistência de tempo quente e seco:

Dia 31/08/2023

• Humidade Relativa do Ar (HRA) - Inferior a 30% no interior, sendo inferior a 20% na parte leste do território, durante a tarde. Fraca recuperação noturna de 31 para 01 na serra da Estrela.

• Vento - Até 30 km/h de norte/noroeste, temporariamente de leste/nordeste no interior no início da manhã, sendo do quadrante oeste durante a tarde, por vezes até 40 km/h a partir da tarde nas serras do litoral Centro.

• Temperatura – Ligeira subida da temperatura máxima para a generalidade do território, sendo mais acentuada no leste do país prevendo-se até 36ºC na sub-região da Beira Baixa, com exceção para a região do Algarve que terá ligeira descida para 30ºC.

Perigo de Incêndio Rural (PIR) – Desagravamento do PIR com valores de moderado a muito elevado na generalidade do território, mantendo-se valores máximos no Interior das Sub-Regiões das Beiras e Serras da Estrela, da Beira Baixa e no Algarve.

 

Dia 01/09/2023 

• Humidade Relativa do Ar – HRA inferior a 30% no interior durante a tarde. Boa recuperação noturna de 1 para 2. Períodos de chuva no litoral Norte e Centro a partir da tarde, mais frequentes no Minho e Douro Litoral.

• Vento – Vento até 30 km/h do quadrante norte, rodando gradualmente para o quadrante oeste a partir da tarde e sendo até 40 km/h, com rajadas até 60km/h, nas terras altas e na faixa costeira ocidental a sul do Cabo da Roca. • Temperatura – Descida dos valores da temperatura máxima para a generalidade do território.

Perigo de Incêndio Rural - Ligeiro agravamento do PIR no interior Norte e Centro para valores máximo e ligeiro desagravamento do PIR na região do Algarve. Para o restante território mantem-se as previsões do dia 31.

 

2– EFEITOS EXPECTÁVEIS:

Manutenção do risco de incêndio em valores máximos e muito elevados, com agravamento das condições de propagação dos incêndios devido ao aumento do vento. Aumento da probabilidade da ocorrência de incêndios rurais.

 

3 – MEDIDAS PREVENTIVAS:

A ANEPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente, a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção ao perigo de incêndio neste período, disponível junto dos sítios da Internet, da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais dos municípios e dos Corpos de Bombeiros.

 


 Autoridade Nacional de Emergência
e Proteção Civil

 Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt 

Newsletter

Agenda Cultural pensada para si, com eventos para todas as idades!
Receba, gratuitamente, a programação do mês e cancele quando quiser.

Damos valor à sua privacidade

Utilizamos cookies no nosso website para lhe proporcionar uma experiência mais relevante, recordando as suas preferências e as suas visitas repetidas. Ao clicar em "Aceitar", consente a utilização de TODOS os cookies. No entanto, pode visitar as "Definições de Cookie" no seu browser e permitir consentimento mais ajustado.

         app banner 2




revista